Projetos cofinanciados pela UE

 

Projeto de Qualificação

Designação do projeto | Sala Branca – QualificARTE

Código do projeto | ALT20 – 01 – 0752 – FEDER – 001802

Objetivo principal | Reforçar a competitividade das pequenas e médias empresas

Região de intervenção | Alentejo

Entidade beneficiária | Sala Branca, Lda.

Data da aprovação | 31 -08-2015

Data de início | 01-09-2015

Data de conclusão | 31-08-2017

Custo total elegível | 158.835,00 EUR

Apoio financeiro da União Europeia | FEDER – 71.475,75 EUR

Apoio financeiro público nacional/regional | N/A

 

Objetivos, atividades e resultados esperados

Projeto apoiado e financiado pelos Fundos da União Europeia no âmbito do Sistema de Incentivos SI Qualificação e Internacionalização.

A Sala Branca, constituída em Abril de 2014, que tem como objeto social a consultoria, intermediação, compra e venda, comércio a retalho e a realização de leilões de obras de arte e antiguidades.

Os valores promovidos pela Sala Branca assentam essencialmente na excelência, profissionalismo, orientação ao cliente e integridade. Trata-se de uma empresa inovadora, destinada a ser uma das principais empresas do sector, dada a notoriedade e capacidade de trabalho dos seus promotores, nomeadamente ao nível da experiência neste sector e capacidade de networking relevante, bem como das capacidades de gestão e recursos que aportam os restantes sócios e gerentes.

Tendo em conta a sua estratégia a médio e longo prazo, a empresa apresentou um projeto ao sistema de incentivos, no âmbito do programa do Portugal 2020 Qualificação, com o objetivo de aumentar a notoriedade da marca, disponibilizar uma inovadora plataforma online.

Este projeto assenta num conjunto de ações que cobrem as áreas de promoção através da Economia digital, através da comunicação com aposta na presença da Web, da contratação de quadros técnicos para o desenvolvimento do projeto e registo de comunitário de marca.

Com a realização deste projeto, a empresa irá focar-se numa estratégia de qualificação das suas ferramentas institucionais, no sentido de maximizar o valor intrínseco das suas obras e tornar-se uma marca de referência na apresentação e divulgação de obras de arte de excelência de artistas portugueses nos mercados alvo, manter uma estrutura organizacional reduzida, de forma a minimizar os custos de estrutura

Projeto de Internacionalização

Designação do projeto | Sala Branca – InternacionalizARTE

Código do projeto | ALT20 – 01 – 0752 – FEDER – 001812

Objetivo principal | Reforçar a competitividade das pequenas e médias empresas

Região de intervenção | Alentejo

Entidade beneficiária | Sala Branca, Lda.

Data da aprovação | 31 -08-2015

Data de início | 01-09-2015

Data de conclusão | 31-08-2017

Custo total elegível | 238.717,50 EUR

Apoio financeiro da União Europeia | FEDER – 107.422,88 EUR

Apoio financeiro público nacional/regional | N/A

 

Objetivos, atividades e resultados esperados

Projeto apoiado e financiado pelos Fundos da União Europeia no âmbito do Sistema de Incentivos SI Qualificação e Internacionalização.

A Sala Branca, constituída em Abril de 2014, que tem como objeto social a consultoria, intermediação, compra e venda, comércio a retalho e a realização de leilões de obras de arte e antiguidades.

Os valores promovidos pela Sala Branca assentam essencialmente na excelência, profissionalismo, orientação ao cliente e integridade. Trata-se de uma empresa inovadora, destinada a ser uma das principais empresas do sector, dada a notoriedade e capacidade de trabalho dos seus promotores, nomeadamente ao nível da experiência neste sector e capacidade de networking relevante, bem como das capacidades de gestão e recursos que aportam os restantes sócios e gerentes.

Tendo em conta a sua estratégia a médio e longo prazo, a empresa apresentou um projeto ao sistema de incentivos, no âmbito do programa do Portugal 2020 Internacionalização, com o objetivo de reforçar as suas competências e a qualificação dos seus serviços e com o objetivo de apoiar a sua estratégia de internacionalização, promovendo internacionalmente os artistas portugueses, apostando em investimentos que aumentem a sua competitividade e eficiência, através da aquisição de software CRM, aposta no marketing digital, consultoria organizacional em vendas e na contratação de técnicos qualificados.

A par disso a empresa também faz uma aposta nos mercados internacionais com o objetivo de promover a arte portuguesa nos mercados como Espanha, Suíça, Brasil, Reino Unido e Holanda este projeto assenta num conjunto de ações que cobrem as áreas de promoção através da participação em feiras e eventos internacionais, Economia digital, através da comunicação e marketing digital, da contratação de quadros técnicos para o desenvolvimento do projeto.

Com a realização deste projeto, a empresa irá focar-se numa estratégia de internacionalização das suas ferramentas institucionais, no sentido de maximizar o valor intrínseco das suas obras e tornar-se uma marca de referência na apresentação e divulgação de obras de arte de excelência de artistas portugueses nos mercados alvo.